Aguarde, carregando...

pien@pien.pr.gov.br 41 3632-1136

Governo do Estado cria APP para auxiliar no combate ao coronavírus

Por: Welington Charlles Kobsczinski

Atualizado em 26/09/2020 14:31

Governo do Estado cria APP para auxiliar no combate ao coronavírus

Você pode ajudar a monitorar a saúde de todos no Estado do Paraná e ainda pode contar com atendimento em telemedicina.

O governo do Estado do Paraná lançou o Telemedicina Paraná, um serviço de atendimento de saúde online, que está auxiliando nas medidas de enfrentamento ao coronavírus. Além de agilizar o atendimento à população, a plataforma ajuda a desafogar as unidades de saúde, evita aglomerações e deslocamentos, protege os profissionais de saúde e possibilita que o cidadão possa ser consultado diretamente de sua casa.

O serviço pode ser acessado de qualquer localidade paranaense, por este site ou pelo aplicativo Telemedicina Paraná, disponível para os sistemas Android e IOS. O objetivo é contribuir com a proteção dos profissionais de saúde e com o Distanciamento Social Ampliado (DAS), em conformidade com as recomendações das autoridades sanitárias do Sistema único de Saúde (SUS).

Por que me cadastrar?

Por meio do cadastro, será possível identificar os casos suspeitos e encaminhá-los para o atendimento médico via whatsapp ou por telemedicina.

Como funciona

Após o cadastro no aplicativo ou no site, o paciente deve preencher um formulário sobre sua condição de saúde. O sistema fará uma triagem inicial por meio da Inteligência Artificial. Se o paciente não for identificado com possíveis sintomas de coronavírus, receberá orientações de como se prevenir.

Se for identificado com algum sintoma, será encaminhado para nova triagem com profissionais da saúde, com atendimento online via WhatsApp. Se os sintomas não forem de Covid-19, ele receberá novas orientações. Caso haja a possibilidade de ser a doença, ele será encaminhado ao atendimento com um médico por vídeo, chat ou áudio.

Na consulta online, o médico dará o diagnóstico, inclusive com possibilidade de encaminhamento para atendimento presencial na unidade de saúde mais próxima do paciente. O médico também pode prescrever medicamentos e emitir atestados.

Fonte: coronavirus.pr.gov.br