Aguarde, carregando...

gabinete@pien.pr.gov.br 41 3632-1293

Piên confirma primeiro caso da variante Delta, uma nova cepa da Covid-19

Por:

Atualizado em 29/07/2021 19:54

Piên confirma primeiro caso da variante Delta, uma nova cepa da Covid-19

A nova cepa já está presente em cerca de 90 países, e no Brasil, conforme divulgado pelo Ministério da Saúde, foram detectados 110 casos da doença

Nesta segunda-feira uma informação pegou de surpresa e assustou a população pienense. Trata-se da confirmação de um caso de uma nova cepa da Covid-19, a variante Delta, ou também conhecida como variante indiana. A nova cepa já está presente em cerca de 90 países, e no Brasil, conforme divulgado pelo Ministério da Saúde, foram detectados 110 casos da doença.

A confirmação de 4 casos da variante indiana no Paraná foi feita através da imprensa estadual e gerou um grande alarde entre a população. “Nós mesmos fomos pegos de surpresa e soubemos pela televisão, assim como toda a população”, comentou o secretário de Saúde de Piên Pedrinho da Silva. A partir do anúncio deste caso a secretaria de saúde já iniciou uma investigação para tentar detectar a origem do caso e onde teria sido a fonte de transmissão.

Para reforçar este trabalho investigativo, a secretaria de Saúde terá reforço de técnicos da 2ª Regional de Saúde Metropolitana, que estarão nesta quarta-feira realizando o trabalho no município. “Temos que fazer todo um levantamento para saber onde a pessoa esteve, os vínculos familiares e descobrir de onde possa ter surgido a transmissão. É com essa investigação que poderemos frear o aumento da contaminação destes casos na cidade”, frisou o secretário. Outros dois casos de pienenses também estão sendo analisados e devem ter laudo enviado nos próximos dias.

Este trabalho investigativo e de detecção de novas variantes acaba se tornando demorado devido a logística do processo de realização do exame. Ao chegar no centro de covid o paciente relata os sintomas e é coletado uma amostra do material para análise no Lacen, Laboratório Central do Paraná. “Assim que o laboratório recebe o material já inicia o processo de análise para detecção da Covid-19. Qualquer caso que apresente suspeita de ser de uma nova cepa é encaminhado para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Rio de Janeiro”, explicou Gilmar Fabiano Nogueira, Coordenador da Vigilância de Saúde.

Toda essa logística leva em torno de 20 dias para apresentar o resultado, porém, importante destacar que as pessoas que estão aguardando o exame já são notificadas para se manterem em isolamento social. Assim que enviado para análise a pessoa já deve se manter em isolamento domiciliar. E foi o que aconteceu com os familiares desta pessoa que apresentou positivo para a doença, se mantiveram em isolamento domiciliar sem manter contato com demais pessoas. “Agora os familiares desta pessoa já estão liberados do isolamento devido a terem cumprido todo o período necessário. O caso deles não é mais de covid e não apresenta qualquer risco de transmissão da doença”, frisou Gilmar.

 

Cuidados devem permanecer

É importante lembrar que tanto a covid-19 como qualquer outra variante da doença são transmitidas através de um vírus, e acontece de uma pessoa infectada para outra. “Por isso é importante lembrar sempre de manter o distanciamento social, usar máscara e esterilizar as mãos com álcool em gel constantemente”, pediu Pedrinho. A solicitação também deve ser estendida para que as pessoas evitem aglomeração, desde ir ao supermercado apenas uma pessoa por família como evitar encontros e festas clandestinas. “Precisamos cada dia mais ter conscientização de que frear a contaminação do vírus é um dever de todos”, finalizou.