[Brasão Prefeitura de Piên]

Prefeitura de Piên apoia projeto que coleta tampinhas plásticas

O Projeto Tampinhas da Milonga foi desenvolvido inspirado no Projeto Tampinhas da Theodora, realizado em São Bento do Sul, e tem como objetivo realizar uma atividade transformadora de cunho social.

Por Welington Charlles Kobsczinski dia

Prefeitura de Piên apoia projeto que coleta tampinhas plásticas

Nosso planeta precisa de ajuda, e podemos ajuda-lo através de ações simples como a coleta seletiva de materiais. Com a reciclagem é possível coletar e modificar materiais que podem serem transformados em novos produtos. A coleta seletiva e a coleta de lixo têm um papel muito importante para o meio ambiente, por meio delas, recuperam-se matérias-primas que de outro modo seriam tiradas da natureza novamente.

O Projeto Tampinhas da Milonga, está sendo criado na cidade de Piên inspirado no Projeto Tampinhas da Theodora, realizado pela família Stenzoski de São Bento do Sul. Em Piên o projeto está sendo coordenado pela Andressa Leticia Taschek e Aline Schauer, sendo seu  principal objetivo coletar e vender tampas plásticas de todos os tamanhos e cores, vende-las e reverter o lucro em ações que vão desde atividades sobre a posse consciente de animais até a castração dos mesmos, evitando as tais “ninhadas indesejadas”.

Porque somente tampas plásticas? Elas são feitas de polipropileno, um plástico com várias utilidades para a indústria. Como são pequenas, podem ir direto para a moagem nas máquinas de reciclagem, o que facilita o derretimento uniforme para as mais diversas aplicações do produto. O projeto irá vender o plástico arrecadado para a empresa Movaltec, que recicla o plástico e transforma em componentes para móveis.

Tampinhas da Milonga é um projeto que irá realizar um trabalho de conscientização junto a comunidade de Piên relacionado a reciclagem de tampas plásticas dando ênfase a importância da consciência ecológica, desenvolvimento sustentável do meio ambiente, respeito a natureza, posse consciente de animais e a castração dos mesmos.

Por se tratar de um projeto de cunho social e que está iniciando, as coordenadoras estão buscando parcerias para viabilizar a continuidade do mesmo, elas estão buscando empresas e comércios que as apoiem, assim como clínicas e hospitais veterinários para realizar as castrações por um valor social.

Nesta quinta-feira o Prefeito João Padeiro recebeu, juntamente com a Secretária de Administração e Finanças Jacqueline Niezer e a Técnica em Meio Ambiente Cristiane Abuda, as duas coordenadoras do projeto. “Parabenizo elas por essa bela iniciativa que irá beneficiar toda a população com a reciclagem do material plástico, tornando o meio ambiente mais limpo, e, também dará uma grande contribuição para a nossa cidade, buscando diminuir a procriação destes animais que ficam circulando pela cidade”. Comentou o Prefeito.

A Prefeitura estará apoiando na coleta das tampinhas, disponibilizando as repartições públicas como pontos de coleta.

  • Compartilhe essa página
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp