[Brasão Prefeitura de Piên]

Palestras sobre o Setembro Amarelo são realizadas pela Secretaria de Assistência Social e Defesa Civil de Piên

Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015. É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida - CVV, do Conselho Federal de Medicina e da Associação Brasileira de Psiquiatria.

Por Welington Charlles Kobsczinski dia

Palestras sobre o Setembro Amarelo são realizadas pela Secretaria de Assistência Social e Defesa Civil de Piên

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Defesa Civil realizou uma série de palestras no município com a intenção de sensibilizar e conscientizar sobre o assunto, buscando alertar a população a respeito da realidade da prática no Brasil e no mundo.

            Segundo a psicóloga responsável pela realização das palestras, Tatiane A. Katzer, "o tema é bastante delicado e há, ainda, uma expressiva barreira para falar sobre o tema. No entanto, a melhor forma de se evitar um suicídio é através de diálogos e discussões que tratem do problema".

            Segundo a Organização Mundial de Saúde, 90% dos casos de suicídio poderiam ser evitados se houvesse uma rede adequada de atendimento para essas pessoas. É necessário ter investimentos na área de saúde mental.

            É um fenômeno complexo e um problema grave de saúde pública, sobre o qual há ainda muitos mitos. Muitas pessoas associam suicídio a uma espécie de fraqueza de conduta ou personalidade.

            São fatores de risco a existência de transtornos mentais, como depressão, transtorno bipolar, transtornos mentais relacionados ao uso de álcool e outras substâncias, esquizofrenia; aspectos psicológicos, como perdas recentes, pouca resiliência, personalidade impulsiva, agressiva ou de humor instável; e condição de saúde limitante, tais como doenças orgânicas incapacitantes.

            Entre os fatores de proteção, encontramos uma autoestima elevada, suporte familiar, religiosidade, laços sociais bem estabelecidos e capacidade de adaptação positiva.

            Para ajudar pessoas com comportamento suicida, primeiramente, é necessário procurar atendimento médico e psicológico. Também são atitudes importantes saber ouvir, demonstrar empatia e ficar calmo; ser afetuoso e dar o apoio necessário; demonstrar preocupação e cuidado constante; aceitar a queixa da pessoa e ter respeito por seu sofrimento e conversar com a família e amigos imediatamente.

            De acordo com a Secretária de Assistência Social, Carla de F. R. Mendes, foram realizadas diversas palestras nos diferentes grupos que compõe o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos - SCFV, ofertado pelo CRAS de Piên e serão realizadas conversas junto aos adolescentes e jovens dos colégios estaduais. O propósito é prevenir o suicídio no nosso município.

            O Centro de Valorização da Vida - CVV é uma estratégia que funciona como um disque-prevenção de suicídio. Basta ligar 188, gratuitamente, que as pessoas que querem e precisam conversar são atendidas voluntariamente, por pessoas treinadas e cujo sigilo é sempre garantido.

  • Compartilhe essa página
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp