[Brasão Prefeitura de Piên]

Inicia na próxima semana a campanha de coleta de embalagens de agrotóxicos em Piên

13 comunidades do interior de Piên irão receber o caminhão no mês de maio.

Por Welington Charlles Kobsczinski dia

Inicia na próxima semana a campanha de coleta de embalagens de agrotóxicos em Piên

Todos os anos a Associação dos Revendedores de Insumos Agropecuários da Região Metropolitana de Curitiba (Assipar) realiza, em parceria com a Prefeitura, uma campanha de coleta de embalagens de agrotóxicos em Piên, visando facilitar a devolução e a destinação correta desses matérias. Neste ano, a campanha vai começar na próxima segunda-feira (20), no Campo Novo, terminando no dia 28 deste mês, depois de passar por outras 12 localidades do interior do Município. As coletas serão divididas em cinco dias diferentes e vão ocorrer sempre nos pátios das igrejas das comunidades visitadas.

A devolução de todas as embalagens e caixas de papelão dos agrotóxicos utilizados pelos agricultores na última safra é obrigatória, amparada por leis estaduais, federais, decretos e resoluções que determinam a responsabilidade compartilhada dos envolvidos no processo. “Os agricultores e consumidores de insumos agrícolas que não fazem a destinação correta das embalagens para canais aptos, ao realizarem queimadas ou o descarte incorreto em mananciais ou beira de estradas, podem expor a saúde e a qualidade de vida de pessoas, animais e plantas, além de estarem passíveis de crime ambiental”, explica o engenheiro ambiental da Assipar, Daniel Shuzo Ikeno.

Prevista em lei, a devolução deve ocorrer no prazo de um ano após a compra. Aqueles que ultrapassarem este prazo, que não devolverem as embalagens ou que não seguirem as normas de higiene para a entrega poderão receber notificações e multas dos órgãos responsáveis pela fiscalização. “Os produtores rurais devem lavar as embalagens de forma adequada, armazenar, destinar e obter o comprovante de devolução. Vale ressaltar também que, além da apresentação dos comprovantes de devolução das embalagens em uma eventual fiscalização, as notas fiscais e receituários agronômicos são obrigatórios, pois isso dará a rastreabilidade dos produtos e a comprovação de que foram adquiridos em estabelecimentos credenciados e de confiança e não por meio de contrabando ou de outra forma inadequada”, ressalta o engenheiro ambiental.

Daniel ainda comenta do empenho dos produtores rurais de Piên para com a campanha e alerta sobre  uma portaria do IAP que torna mais rigorosa a fiscalização, “o comprometimento com o meio ambiente dos agricultores de Piên e região no ano de 2018, foi exemplar perante a relação do volume de embalagens vazias de defensivos entregue por volume contaminado, sendo uma das mais baixas de toda a região metropolitana de Curitiba que a Assipar atende. Entretanto, a qualidade e atenção demandada pelos agricultores deve ser mantida, pois conforme a Portaria nº 127/2016 do IAP, torna mais rigorosa a fiscalização e autuação dos órgãos ambientais e o fato do indivíduo não conhecer as leis, não o exime das aplicações penais. Para isto, o produtor deve se informa com as revendas credenciadas, canais de confiança e credibilidade”, destaca.

As embalagens recolhidas pela Assipar possuem destinação ambiental correta. As laváveis, metálicas e papelões são encaminhadas à reciclagem, e as com resto de produto ou não laváveis são encaminhadas à incineração.

No ano passado foram atendidos 508 produtores de Piên durante a campanha. As coletas recolheram o montante de 42.209 embalagens, sendo destas 51 unidades de embalagens contaminadas. Ao total foi recolhido um volume de 3.224 Kg. “Esta campanha vem ao encontro dos produtores rurais, auxiliando e facilitando a destinação correta das embalagens de agrotóxicos, ajudando na limpeza e organização das propriedades, para a saúde das famílias da área agrícola e para o meio ambiente”, ressalta o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Piên, Moacir Gravi Gonçalves.

A entrega dos Frascos e embalagens de agrotóxicos precisa ser realizada pelos agricultores somente após alguns procedimentos. Os produtores rurais devem entregar os recipientes devidamente higienizados ou corretamente acondicionados, pois, se a equipe de coleta observar desconformidade na limpeza dos mesmos, o agricultor poderá ser multado.

A técnica em Meio Ambiente da Prefeitura de Piên, Cristiane Telma Abuda, recomenda que os agricultores realizem a tríplice lavagem das embalagens de produtos diluíveis em água, sequem e furem o fundo para inutiliza-las; não lavem as embalagens de tratamento de semente, apenas as entreguem tampadas e destinem os pacotes flexíveis em sacos de resgate, separados das demais embalagens, por serem materiais não laváveis e coloquem as tampas em sacos de resgate.

Inicia na próxima semana a campanha de coleta de embalagens de agrotóxicos em Piên

  • Compartilhe essa página
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp